III Jornada Mundial dos Pobres

MUITAS PESSOAS SÓ PRECISAM DE OPORTUNIDADES PARA SAÍREM DA EXTREMA POBREZA. Entre os dias 10 a 17 de novembro ocorre a III Jornada Mundial dos Pobres. O tema desta edição é: “A esperança dos pobres jamais se frustrará”. Papa Francisco.

Consulte sua paróquia e participe das atividades.

caritas.org.br

Irmã Maria Laura e os adolescentes do Grest 2019

“Na vida, realizar algo bom para os outros”. São as palavras que acompanharam a Irmã Maria Laura, Filha da Cruz, desde a sua adolescencia, na sua vida de serviço aos outros. Palavras que acompanharam e fundaram a experiência que vivemos durante os meses de junho e julho, acompanhando os grupos do Grest que tomaram a decisão de vir até Chiavenna para conhecer a “História Bonita” de uma pessoa que, aos olhos de muitos, pode ser definida santa. O item “Passeio em Valchiavenna”, oferecido aos oratórios das dioceses da Lombardia, atrairam muitos grupos, quase uns vinte, vindo não só da diocese de Como, mas também das proximidades, com um total de mais de mil, contando crianças, adolescentes e acompanhantes. Uma proposta vitoriosa e uma ocasião especial, que nos deu a possibilidade, em primeiro lugar, de aproximar-nos à imagem da irmã Maria Laura, conhecendo os aspectos mais humildes que riscam ficar em segundo lugar com respeito à história do seu martírio; um segundo tempo, porém, nos permitiu sermos testemunhas dela, colocando em prática o que ela desejava para todo jovem, isto é que cada um realizasse algo bonito na sua vida e fizesse o mesmo para os outros.

Os dias organizaram-se com um primeiro tempo de introdução no cineteatro Victoria; em seguida as comitivas eram divididas em três grupos menores, segundo as diferentes etapas de idade, para visitar alguns dos lugares mais significativos: o quarto da Irmã Maria Laura, a igreja paroquial San Lorenzo e o lugar do martírio.

No quarto, que se encontra na Casa das Filhas da Cruz, hoje sede da “Comunità Montana”, algumas irmãs nos orientaram para conhecer a vida da Irmã Maria Laura, sublinhando o seu amor para os preferidos dela, os pequenos, os jovens e os pobres, a quem ela dedicava-se de forma bem calada e humilde, animada pela certeza que, nos outros, ela ia encontrar o seu Jesus.

Na igreja San Lorenzo, após ter visitado seu túmulo e conhecido o sentido da sua presença nesse lugar, lembrando o processo que, esperamos, irá nos trazer de volta a irmã “santa entre os santos”, os grupos se aproximaram às origens da sua história espiritual e da forma com que a mesma se tornou uma irmã Filha da Cruz.

No final, em via Poiatengo, os grupos conseguiram conhecer a história dos seus últimos minutos de vida, o seu martírio que aconteceu com o assassinato e a luz que nasceu deste pelo perdão. Uma história que, aos olhos de qualquer um, pode parecer feia, triste, absurda, mas que aos olhos de qualquer cristão, parece como uma historia bonita, cheia de amor, aquele amor que resiste ao mal, que resiste à morte, o amor que perdoa na hora mais trágica, mesmo como Jesus na cruz.

Para acrescentar à proposta também a beleza da natureza, os grupos tiveram a possibilidade de encher seus olhos com as maravilhas do nosso valle, de forma especial passeando até às cachoeiras da Acquafraggia, com uma paradinha ao “agroturismo da Aquafracta”, por um breve tempo de “fazenda didática”.

Acompanhar estes grupos foi para nós um presente, pois nos deu a possibilidade de aprofundar a história desta pequena grande mulher e de contar a mesma para quem de longe escolheu vir até Chiavenna. Saber que a sua história não fica fechada entre as montanhas do nosso valle nos enche de alegria, pois um “tesouro” como este não pode ser guardado “com ciúmes”, pelo contrário teria que ser partilhado com generosidade, para que a vida de quem ouve possa ser transformada pelo amor que dele nasce. A cada dia trazíamos para o nosso lar os olhos brilhantes de meninos e adolescentes que, no silencio, nos prestaram atenção e ouvido, em quanto contavamos para eles os detalhes desta história. Uma história que deu vida a muitas perguntas e ao desejo de querer aprofundar, entender, conhecer. Uma história que deixa traços de amor no coração de quem a ouve e que convida para amar plenamente na vida de todos os dias, tornando concreto o amor que a Irmã Maria Laura quis nos ensinar doando a sua vida.

Então é verdade mesmo: aquele grão que morre, pode dar muito fruto.

Pela equipe dos responsável, Cinzia Zarucchi

O texto original está no side: https://www.fillesdelacroix.net/index.php?option=com_content&view=article&id=494:suor-maria-laura-e-i-ragazzi-del-grest-2019&catid=128&Itemid=682

O vídeo do Papa: Diálogo e Reconciliação no Oriente Médio

No Oriente Médio, como em todo o mundo, é necessário falar a linguagem da reconciliação, do perdão e do diálogo. Embora às vezes não seja fácil, vale a pena fazê-lo. É por isso que o Papa Francisco nos encoraja a sermos todos homens e mulheres de reconciliação.

“No Oriente Médio, a coexistência e o diálogo entre as três religiões monoteístas baseiam-se em laços espirituais e históricos.

Dessas terras veio a Boa Nova de Jesus, ressuscitado por amor.

Hoje, muitas comunidades cristãs, juntamente com outras judaicas e muçulmanas, trabalham pela paz, a reconciliação e o perdão.

Rezemos para que, no Oriente Médio, nasça um espírito de diálogo, de encontro e de reconciliação.”

Primavera missionária na Igreja

O Papa Francisco convocou um Mês Missionário Extraordinário, com o qual ele deseja nos lembrar que vivemos em estado permanente de missão.

Todo batizado e batizada é uma missão. Uma missão que não é proselitismo, mas anunciar a salvação cristã respeitando a liberdade de cada um.

“Hoje, é necessário um novo impulso na atividade missionária da Igreja para enfrentar o desafio de anunciar Jesus morto e ressuscitado.

Chegar às periferias, aos ambientes humanos, aos ambientes culturais e religiosos ainda alheios ao Evangelho: nisto consiste o que chamamos missio ad gentes.

E recordar que o coração da missão da Igreja é a oração.

Neste mês missionário extraordinário, rezemos para que o Espírito Santo suscite uma nova primavera missionária para todos os batizados e enviados pela Igreja de Cristo”.

O Vídeo do Papa difunde todo mês as intenções de oração do Santo Padre pelos desafios da humanidade e da missão da Igreja.